Domingo, 22 de Abril de 2007

O Beijo no Mundo

Rui Almeida Cardoso

O beijo é encarado de formas distintas nas diferentes culturas. Actualmente ou em tempos mais remotos, entre homens, amigos ou casais, o modo de beijar e o significado do íntimo toque de lábios varia de acordo com as mentalidades e os significados históricos.
Brasil: quando dois homens se beijam são imediatamente apontados como homossexuais. O contacto físico não deve ir além do abraço.
Rússia: por aqui é perfeitamente normal que dois homens se beijem na boca. Antigamente poupava-se nas medalhas quando havia necessidade de distinguir alguém. Um beijo do czar era entendido como uma forma clara de reconhecimento oficial.
Argentina e Itália: é vulgar a saudação entre homens com troca de beijinhos no rosto.
Japão: os amigos japoneses demonstram empatia e amizade mútua através de palavras ou gestos. Os beijos não são uma atitude comum ou considerada normal.
França: Já que Paris é a capital romântica por excelência, em França os beijos são a quadruplicar: quatro beijos em cada bochecha, dados alternadamente
EUA: também os americanos não apreciam o gesto de cumprimentar um amigo com um beijo. Mas na relação entre pai e filho esta manifestação é indispensável.
Escócia: antigamente, após a celebração de uma cerimónia de casamento, em vez do tradicional beijo do noivo na noiva, era o padre quem selava o compromisso e beijava a nubente nos lábios. Embora pareça anedota, acreditava-se, plenamente, que a felicidade do futuro casal, dependia dessa bênção. Mas o ritual não ficava por aqui. Como forma de garantir a felicidade eterna do laço matrimonial, ainda durante a boda, a noiva tinha de beijar a boca de todos os convidados homens, que em forma de agradecimento lhe davam dinheiro. Os noivos da época tinham o espírito muito aberto.
Itália: no século XV, se um homem beijasse uma mulher em público não havia recuo: tinha que casar com ela.
Japão: já os japoneses não se atrevem a beijar em público, pois o gesto é considerado obsceno. Uma das explicações pode residir no facto de que a tradução do termo "beijo" em japonês significa "chupar a língua". Até os casais com a sua relação mais que assumida têm que ser discretos.
África: algumas tribos africanas consideram natural tomar banho juntas nuas. O que já não é normal é que o beijo seja dado em público, pois é considerado promíscuo e indecente. Polinésia: os polinésios substituem o beijo na boca pela troca de carinhos através dos narizes.


www.diasfelizes.iol.pt


publicado por Fecho Aberto às 17:50
link do post | deixa o teu comentário | adicionar favoritos
|

#Calendário

#obrigado pela visitinha

Web Counter
Free Counter

#Prémio

#últimos

# até logo

# por todo o lado

# Piscina à noite

# biblioteca aberta

# Casal pistoleiro

# Formação

# Verdade ou Desafio

# Sinais teus são as minhas...

# Soumission

# Sweet kiss

# Sweet kiss

# Relax...it's just sex!

# saudade do teu beijo doce

# Beijo Doce

# Quero agora

# Parabéns minha Fada!

# Jogo para iniciados

# Kissing

# vamos fazer um anúncio?

# Anda, dança para mim...

# minha...

# fim de semana divinal

# Nossos momentos

# Lua cheia

# 3 faces da LUA

# Procuro-te

# Tão pouco do lado de cá.....

# Closer, baby

# Hei, lets go to start

# Passion

# lábios dormentes de sauda...

# o tempo aquece, a saudade...

# A que horas nos encontram...

# Vamos brincar

# Erotika

# Deixa-me enrolar a minha ...

# Delírios

# faltam-me os teus...

# You are not alone

# O som do meu silêncio

# penso em ti e acompanho-t...

# Morde-me

# Simples milagre

# Ao fim do "teu" mundo

# Besame mucho

# Sweet Kisses

# Libertação, preciso

# Beijo louco

# Os 30 beijos do Kama Sutr...

# I hope you don't mind

#links

#tags

# todas as tags

#eu


# ver perfil

# seguir perfil

. 21 seguidores

#pesquisar aqui