Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

Ela e Ele

 

Ela:
Já nos conhecíamos.
O encontro anterior, não tinha deixado grande marcas, agradável, inteligente, espontâneo, e com um toque proteccionista de que gostei.
Combinámos no final da minha rua, paraste o carro e saíste, á minha espera, impaciente, ligaste-me.
 – Onde estás?
- A caminho – respondi - espera um pouco que já me vês.
Ao longe vi-te chegar ao passeio e procurar-me:
- Vês, estou a caminho - desligámos
Tentei lembrar-me das tuas feições, não fui muito bem sucedida, confesso que o que me ficou gravado na memória foram as sensações e não o aspecto.
Concentrei-me um pouco mais, recordei a cor dos olhos, recordei o riso nervoso e um pouco desagradável, recordei o calor da tua postura protectora.
Entretanto continuava a caminhar ao teu encontro e tu permanecias a olhar-me do passeio. Sorri, sorriste de volta, e todo tu assumiste uma postura de posse. Senti-me desejada antes mesmo de ver os teus olhos protegidos pelos óculos.
Quando estava a aproximar-me, encaminhaste-te para o carro, ficaste encostado á minha espera, senti na tua postura um misto de nervosismo e desejo.
Avancei, sorri mais uma vez e decidi dar-te a escolha de como me querias beijar.
Estiquei o rosto na tua direcção, pus-me em bicos de pés (tens de ser assim tão alto?) e deixei-te a possibilidade de optares.
Levantas-te os óculos de sol, olhaste-me nos olhos e o teu rosto desceu na minha direcção.
A tua respiração era rápida, ou talvez fosse a minha, já não sei.
Senti os teus lábios ainda antes de saber se a fraqueza das minhas pernas era desculpa para encostar o meu corpo a ti.
Senti as tuas mãos na minha cintura e a vontade de me prenderes naquele momento.
Senti o sangue que de repente invadiu cada célula e que explodiu em desejo.
E voltei a sentir os teus lábios, quentes, exploradores, exigentes.
Olhámo-nos, sorrimos, e eu entrei no carro.
 
 
 
Ele:
O encontro anterior confirmou uma série de imagens criadas pelas conversas na internet, simpática, inteligente, espontânea, atenta, conversadora, muito conversadora, estratégia bem montada para analisar todos os pormenores das minhas reacções.
Pediste para eu ficar no final da rua, fiquei à tua espera, impaciente, desejoso, nervoso. Liguei já desesperado pelo atraso.
- A caminho, espera um pouco que já me vês – respondeste.
Fui à esquina para te procurar com os olhos, porque a tua voz era uma resposta insuficiente. Desliguei porque agora tinha o teu sorriso de menina a encher-me de esperança de te ter comigo.
Apreciei o teu andar, lento demais, para quem queria encontrar-se comigo novamente. O teu sorriso era de menina feliz por me ver, mas os travões dos teus receios impediam as tuas pernas de correres para mim.
Quando estavas a aproximar-te, voltei para o carro e encostei-me a ele, na busca de um refúgio. Todos os planos idealizados durante a viajem correram desenfreadamente pelos meus olhos. Sabia que nesse dia tinha de te beijar, eu desejava beijar-te desde do primeiro encontro. Revivi aquele momento da despedida em que te agarrei as tuas faces, que te vi dentro dos teus olhos, e, receoso de ti, dei dois beijos nas faces.
Agora teria de te dar um beijo doce, quente, escondido, secreto, que revelasse o quanto eu te desejava.
Olhava para ti e tinha uma montanha de imagens frenéticas agarradas ao teu sorriso de menina. Quando te aproximaste de mim, deste-me a tua face, e os meus olhos dividiam-se entre olhar para dentro dos teus olhos, à procura do teu desejo, e os teus lábios de menina, que a minha boca desejava.
Aproximei a minha boca da tua, devagar, com medo de te assustar, a minha respiração ofegante misturou-se na tua. Tremias, quando encostei os meus aos teus lábios doces, quentes, sedosos e húmidos. Segurei-te pela tua cintura, apertei-te na esperança de te sossegar os teus receios no meu corpo. Senti a tua mão a pressionar o meu peito, sem muita convicção, os teus olhos sorriram e a tua boca disse-me que ali não. Rendido ao teu sorriso, eu deixei-te entrar no carro.
 

publicado por Fecho Aberto às 11:16
link do post | deixa o teu comentário | adicionar favoritos
|
6 comentários:
De o_silencio a 24 de Setembro de 2008 às 13:54
Estou sem palavras.......conseguiste calar-me.

Beijo..........meu para ti


De Fecho Aberto a 24 de Setembro de 2008 às 14:15
tu tens sempre uma palabra doce para mim...

mas se queres mesmo estar calada

então um beijo doce na tua boca


De CamaReira a 24 de Setembro de 2008 às 18:57
Que deliciosa emoção ler isto, faz recordar um outro momento, um outro beijo.
A vontade de beijar é sempre tão doce, tão bom...
Ir ao encontro de um beijo desejado, sonhado é melhor ainda.
Uma deliciosa descrição.

Beijos Ardentemente Doces


De Fecho Aberto a 24 de Setembro de 2008 às 19:59
Obrigado querida amiga CamaReira pela tua deliciosa emoção.

Volta sempre para te darmos um beijo ardentemente doce, desejado e sonhado


De soulneeds a 29 de Setembro de 2008 às 21:50
Sabem , li este post duas vezes seguidas.
Vi-vos perfeitamente e naquele momento.
Sei muito bem como são esses batimentos do coração, essa respiração acelerada, essa vontade louca de beijar de apertar contra ao peito, fazer parar o tempo e ao mesmo tempo o receio de ser visto/a...
Adorei ler e é a minha vez de me apetecer a mim contar como foi connosco :))

Um beijinho para os dois e obrigada por me fazerem bem

Ah, e o fecho é assim tão alto ???? :)))


De Fecho Aberto a 29 de Setembro de 2008 às 22:21
se é para te fazer bem minha amiga, não saias daqui, porque a tua presença também nos faz bem!

e o fecho não é assim tão alto, segundo a opinião do próprio, talvez um pouco alto para o_silêncio porque ela é uma pequena, delicada e doce mulher!

beijo doce para ti amiga


Comentar post

#Calendário

#obrigado pela visitinha

Web Counter
Free Counter

#Prémio

#últimos

# até logo

# por todo o lado

# Piscina à noite

# biblioteca aberta

# Casal pistoleiro

# Formação

# Verdade ou Desafio

# Sinais teus são as minhas...

# Soumission

# Sweet kiss

# Sweet kiss

# Relax...it's just sex!

# saudade do teu beijo doce

# Beijo Doce

# Quero agora

# Parabéns minha Fada!

# Jogo para iniciados

# Kissing

# vamos fazer um anúncio?

# Anda, dança para mim...

# minha...

# fim de semana divinal

# Nossos momentos

# Lua cheia

# 3 faces da LUA

# Procuro-te

# Tão pouco do lado de cá.....

# Closer, baby

# Hei, lets go to start

# Passion

# lábios dormentes de sauda...

# o tempo aquece, a saudade...

# A que horas nos encontram...

# Vamos brincar

# Erotika

# Deixa-me enrolar a minha ...

# Delírios

# faltam-me os teus...

# You are not alone

# O som do meu silêncio

# penso em ti e acompanho-t...

# Morde-me

# Simples milagre

# Ao fim do "teu" mundo

# Besame mucho

# Sweet Kisses

# Libertação, preciso

# Beijo louco

# Os 30 beijos do Kama Sutr...

# I hope you don't mind

#links

#tags

# todas as tags

#eu


# ver perfil

# seguir perfil

. 21 seguidores

#pesquisar aqui